quinta-feira, 4 de junho de 2015

INTER SÉTIMO PERÍODO

FORMA DE APRESENTAÇÃO_MANUAL DO PROJETO INTERDISCIPLINAR

1.    Conceito da proposta e sistema construtivo adotado – DEFINIR EM PEQUENO TEXTO E MOSTRAR A ESTRUTURA EM PERSPECTIVA E COLOCAR OBSERVAÇÕES A RESPEITO DAS MODULAÇÕES UTILIZADAS E FORMA DE RESOLUÇÃO PROJETUAL

2.    Situação – Localização das unidades habitacionais e tipologias adotadas no Conjunto Habitacional dentro da área de projeto de urbanismo, sua relação com o urbanismo proposto e a inserção deste com a cidade e a área de paisagismo, local para vaga de veículos, equipamentos comunitários, etc.

3.    Implantação – planta com a localização das tipologia das habitações, tipo de unidades, área livres (pavimentadas, áreas verdes) e equipamentos. Colocar legenda mostrando a as tipologias definidas, número de unidades habitacionais, quantidade de famílias atendidas e área. Definir na implantação nas unidades multifamiliares, quantos apartamentos possuem cada unidade e a relação dos tipos de unidades definidas no projeto e a proporção alcançada;

4.    Planta com layout e em escala das tipologias propostas e solicitadas
Para apresentação das plantas das unidades multifamiliares deverá ser utilizado planta guia sendo apresentado os tipos de unidades e ampliado cada tipo apresentado as plantas.
5.    Planta executiva do projeto – deverá ser definida a planta de todas as unidades definidas, mostrado as quatro tipologias solicitadas – planta com cotas, áreas, janelas e portas com tamanho definido, legenda, layout das áreas molhadas – banheiros, cozinha, lavanderia, área quadrada de cada cômodo e descrição, quadro de esquadrias – planta técnica.

6.    Dois cortes mostrando as diversas tipologias, áreas livres e a resolução da topografia – longitudinal e transversal do terreno – cotas básicas. Deverá colocar o corte mostrando as alturas, definição de materiais das áreas molhadas, resolução de cobertura, etc.
Deverá ser feito dois cortes de um dos prédios, sendo aproximado a implantação com relação a escala, com curvas de nível numeradas e com norte magnético. No corte deverá ser apresentado o perfil natural do terreno e como foi resolvida a topografia assim como as curvas adequadas na implantação apresentada.
O mesmo deverá ocorrer nas casas projetadas.

7.    Perspectivas eletrônicas ilustrando a proposta – volumetria, tratamento de fachada, etc. Descrever os matérias utilizados na fachada e forma de solução com relação a insolação;

8.    Maquete física volumétrica do conjunto mostrando a área, topografia e as diversas tipologias inseridas na proposta – escala livre, sendo escolhida uma área especifica do CONJUNTO HABITACIONAL que possibilite a visualização de pelo menos um edifício e das casas. Deverá ser utilizado para a confecção da maquete a planta de implantação coma definição dos caminhos, áreas verdes, circulação, etc.



POR FAVOR, ALGUNS ITENS QUE REPETIRAM OS ERROS NO ANTEPROJETO E NÃO DEVEM SER MAIS REPETIDOS:
·         Na montagem das pranchas não esquecer do selo, margens e desenhos em escalas compatíveis 1/50, 1/75,1/100 plantas, não colocar desenhos em escalas como 1/25, 1/20. Primar pela montagem didática das pranchas não repetindo desenhos, pois o interdisciplinar contempla todas as disciplinas do período e deverá ter uma leitura única.
·         Não esquecer da implantação do conjunto de colocar norte magnético, curvas de nível numeradas com pena fina para não prejudicar a leitura do desenho, assim como aproximar em escala a área do prédio que será feito os corte e fachadas
Nesta área aproximada mostrar os taludes, escadas e rampas de acesso, curvas de 1 em 1 metro e norte;(Daí podemos analisar seu entendimento da insolação, topografia para sabermos se entende resolução topográfica e de melhor implantação do edifício e resolução de insolação para as fachadas – utilização de brise, cobogós, etc.
·         Na planta de implantação definir os caminhos, áreas verdes e mostrar claramente o que é via local, passeio só de pedestres, ciclovia, etc – mostrar perfis das vias  que será mostrado no urbanismo;
·         Localizar em vários pontos os estacionamentos para facilitar o deslocamento dos moradores. Criar bolsões de estacionamento e não colocar os estacionamentos voltados para a via – rebaixamento completo da guia e secção do passeio;
·         Melhorar tratamento paisagístico
·         Planta com layout – escala menor
·         Planta técnica – cotas em escala legível, tomar cuidado configuração das penas, espessura das cotas e tamanho dos números, assim como o código das esquadrias (tamanhos e números), descrição do cômodo, área quadrada, etc.
·         Mostrar em planta a projeção – linha pontilhada dos beirais e lajes – escrever
Projeção da laje ou projeção do beiral, ou projeção da pérgola, etc.
·         Janelas acima de 1,5 m devem aparecer pontilhadas pois são projeções;
·         NÃO VOU ACEITAR MAIS BANHEIROS PARA PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS SEM ÁREA DE TRANSFERÊNCIA PARA CHUVEIRRO E VASO;
·         Prestar atenção tamanho das janelas dos banheiros e se não estão no meio de boxes, espelhos, etc.
·         Layout de cozinha – fogão,pia e depois a geladeira;
·         Alguns trabalhos ficaram difíceis de entender se a unidade era unifamiliar ou multifamiliares – descrever
EX:Unidade tipo “x”  unifamiliar
·         Com relação as unidades multifamiliares, acho bacana mostrar uma planta guia com hachuras dois tipos de unidade por pavimento
As escadas devem ser numeradas, terem corrimão, indicação de sobe e desce.
IMPORTANTE TEM QUE SABER QUAL O TIPO DE ESCADA E O NÚMERO DE UNIDADE DE PASSAGEM – ENSINEI.
·         Não esquecer espessura do guarda-corpo quando houver na circulação do edifício que temos uma espessura;
·         Circulação edifício mínimo 1,5 m;
·         Quando tiver pilotis mostrar a estrutura, pilares;
·         Volume caixa d´água, edifícios e casas – tomar cuidado para dimensionar de forma correta, alguns estão colocando caixas minúsculas no prédio,pense que é um reservatório em concreto e necessita de barrilete;
·         Cobertura-tomar cuidado com o tipo de telha que está utilizando e a inclinação – calhas, rufos, etc.
Alguns estão colocando platibandas muito altas sem necessidade;
Na planta de cobertura aparece o volume da caixa d água que muitas vezes deverá estar acima das paredes do banheiro a prumo, evitando assim vigas des necessárias;
·         O sistema construtivo deve ser mais pensado e descrito;
·         Corte – não esquecam que temos que mostrar as peças do telhado, telhados com telhas voando;
Observar como está vendo o corte,
Alguns não estão colocando solo abaixo do corte que está voando;
Colocar legenda – perfil natural do terreno com linha pontilhada, hachuras para solo natural, aterro no terreno, corte no terreno;
Colocar níveis em corte
Colocar somente e colocar peças fixas quando estiver cortando banheiros, cozinha, área de serviço (pias, tanques, bancadas de banheiros, vasos sanitários, chuveiros, etc.)
Mostrar quando estiver cortando as escadas corrimão e guarda-corpo assim como cobertura da escada quando a proposta tiver teto jardim;
Mostrar espessura do teto jardim e como será feito;
·         Fachada – fachada não é perspectiva – É um desenho em único plano sem perspectiva, sugiro que coloque a definição de cores na fachada e matérias descrevendo além de espessuras de penas diferente – primeiro plano mais grosso, segundo plano menos e sucessivamente;
·         Não errar configuração de penas mais – Paredes mais espessas, portas menos e sucessivamente;
·         Desenhos, plantas, fotos que não for de sua autoria deverão conter:
Legenda, fonte, ex: www.fotos.com,br , Autor da foto e data
Se não encontrar autor e data colocar ex: autor da foto – nada consta
Não colocar fotos com tamanho imenso de outros autores não agrega nada na sua proposta.
·         Muitos deixaram espaço grandes em branco ou utilizaram fotos gigantes e ou escalas erradas (planta na escala 1:25) utilizando o tamanho A0 o que não precisava e não agregou a proposta;
·         Alguns colocaram selos gigantes e logomarcas - rever formatação;
·         Rever ordem de apresentação principalmente mostrando o interdisciplinar, NÃO DVIDIR PO PROFESSOR  e sim fazer uma sequência lógica de entendimento da proposta sem repetir desenhos;
·         Tomar cuidado com o tamanho da letra do texto – muito grande ou muito pequena;
·         Fachadas = perspectivas – não podemos mostrar uma fachada de um jeito e a perspectiva de outro, algumas proposta estão deixando a desejar algumas fachadas do edifício – Todas são importantes e devem ser pensadas

Espero que essas observações auxiliem para a elaboração e entrega do interdisciplinar.
Att.
Prof. Clayton França Carili


Nenhum comentário: